looking for my place
"Todo aquele que é de fato um artista deseja criar em seu íntimo uma outra vida, mais profunda, mais interessante do que aquela que realmente o cerca."
Constantin Stanislavski
Uma pessoa pode sentir-se isolada, mesmo sendo amada por muita gente, só pelo fato de não ser a única de ninguém.”
O Diário de Anne Frank.     (via distanciava)
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração.”
Titãs (via serporestar)
E chorava. Chorava, sem escândalo, sem gemidos, nem soluços…”
Caio Fernando Abreu.   (via recontador)
E nunca ninguém cuidou tão bem de mim. Nunca ninguém conheceu meus defeitos sem querer mudá-los. Nunca ninguém me encaixou — sem sobrar espaço algum — em teus braços. Nunca ninguém me olhou e enxergou só o melhor que há em mim. Nunca ninguém fez tão bem ao meu coração. Nem se importou tanto em me ver sorrir. Nunca ninguém entendeu o que eu precisava apenas por ouvir a diferença no tom da minha voz. Nunca ninguém se preocupou tanto com o meu bem-estar. Nunca ninguém ouviu meu choro na madrugada e tentou me acalmar, mesmo que pelo outro lado da linha. Nem ouviu meus erros e problemas, sem querer me julgar. Nunca ninguém me deu tanta certeza de nada, como ele me dá, todos os dias, de todas as coisas. Nunca ninguém me teve assim. Nunca ninguém me amou assim. E eu nunca quis tanto que fosse tão eterno, tão “para sempre”, como eu quero que seja com ele… Só ele consegue isso. Só ele.”
Plenitude.  (via quase-heroi)
Deita tua cabeça no meu peito, ouça a batida do meu coração. Lança tua mão nos meus cabelos, deixa teus lábios se envolver nos meus, fique presa em meu corpo. Vem morar nos meus braços e abraços.”
Pablo Henrique Dantas.   (via prestigiador)
Porque quando você ama sente necessidade da outra pessoa. Não por dependência, carência e outras coisas. Mas porque é bom estar ali, com o corpo junto, coração do lado, ouvindo a respiração. Você se sente em casa.”
Pedro Bial. (via odeiorotulos)
Honestly, you just take a deep breath and say fuck it.”
Johnny Knoxville (via halcyon-november)
Os sentimentos nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido.”
Clarice Lispector. (via quase-heroi)
Corri atrás, te procurei e quis saber de você. Agora chega. Não te procuro mais, nem corro atrás. Te deixo livre para sentir minha falta, se é que faço falta… Tens meu número, na verdade, meu coração, então se sentir vontade de falar comigo ou me ver, me procura você.”
Caio Fernando Abreu.  (via odeiorotulos)
Por favor fica, e se não der pra ficar, me leva.”
Oito de Outubro.    (via distanciava)